Soraya Thronicke pede saída de Fernandes da CPI do 8 de Janeiro


Deputado do PL é investigado por possível incitação a atos extremistas e é alvo de investigação do STF

ao senador Soraya Thronicke (Podemos-MS) apresentou nesta 5ª feira (29 de junho de 2023) requerimento solicitando o provimento do deputado André Fernandes (PL-CE) e outros deputados federais da composição da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) de 8 de Janeiro, que apura atos de vandalismo na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Fernandes está sendo investigado por possível incitação a atos extremistas e é alvo de investigação do STF (Supremo Tribunal Federal). Nenhuma exigência, argumentou Thronicke, assim como integrantes do Ministério Público e da Magistratura, de que o deputado deveria ser impedido de continuar na comissão. Você está em todo (408 KB).

O senador pediu que o pedido seja colocado em pauta na próxima sessão do TPI, que deve ocorrer na 3ª feira (4 de julho). Na data, os parlamentares ouviram o tenente-coronel Mauro Cid, conhecido por ser ex-assistente de ordem do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Thronicke não está na Primeira Divisão para pedir a saída de Fernandes. No dia 6 de junho, integrantes do governo da CPI apresentarão um pedido de afastamento do deputado do colegiado. “Seria como uma raposa dando conta do galinheiro”disse ou deputado Rogério Correia (PT-MG) sobre a entrada do deputado na comissão.

O pedido foi encaminhado ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). A ideia seria que o PL, partido de André Fernandes, apresentasse um nome substituto para o deputado.

Durante a sessão, o presidente da CPI, deputado Arthur Maya (União-BA), negou a desistência de Fernandes considerando que “Não houve deputado para metade” na comissão Correia, no entanto, afirmou que isso foi feito para Pacheco, e não para ele. Assim, Maia alterou sua decisão e afirmou que não receberia o pedido de despacho.

ENVOLVENDO COMO 8 DE JANEIRO

A PF (Polícia Federal) concluiu que o deputado federal André Fernandes (PL-CE), autor do pedido do TPI de 8 de Janeiro, incitou atos extremistas em Brasília.

O relatório enviado ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, à PF cita publicações nas redes sociais do parlamentar um dia antes do início das invasões de 8 de janeiro. “1º ataque contra o governo Lula”disse ou deputado.

“Parece que ele coadunou com a depredação do patrimônio público praticada pela máfia que foi encontrada na Praça dos Três Poderes e conferiu ainda mais publicidade a ela”, avaliou PF. Você está em todo do documento (6 MB). ano Power360, André Fernandes classificou a investigação da PF como “absurdo”.

Fernandes é um dos dois autores com requerimento de criação da CPI de 8 de Janeiro. Você está em todo do documento (34 MB).

CORREÇÃO

30.jun.2023 (2h56) – Diferentemente do que foi publicado, Soraya Thronicke é senadora por Mato Grosso do Sul (MS) e não por Mato Grosso (MT). O texto foi corrigido.



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *