UE considera reconectar banco russo ao Swift


O objetivo da medida é garantir a exportação de grãos; Retomada foi proposta pela Rússia e está sendo mediada pela ONU

A UE (União Europeia) está a ponderar autorizar uma subsidiária do Kremlin do Banco Agrícola Russo a ligar-se ao Swift. A instituição financeira foi banida do sistema internacional de pagamentos em 14 de junho de 2022, como parte das sanções contra Moscou durante a guerra na Ucrânia.

O objetivo da reconexão seria retomar a exportação de grandes quantidades dos portos ucranianos no Mar Negro, conforme divulgado nesta 2ª feira (3 de julho de 2023) por Financial Times.

.

Foi retomada pela Rússia, que ameaça não estender a iniciativa de grãos do Mar Negro, em vigor desde julho de 2022, a menos que o Ocidente relaxe suas restrições às exportações de grãos e fertilizantes da Rússia. As negociações para a religação do Banco Agrícola Russo à Swift estão sendo mediadas pela ONU (Organização das Nações Unidas), segunda ou diariamente.

O acordo sobre grãos foi feito para garantir o aumento global dos preços de dois alimentos. A Ucrânia, um dos dois maiores exportadores mundiais de grãos, foi inicialmente impedida pela Rússia de embarcar o produto para seus portos no Mar Negro.

Desde que foi estabelecido, o acordo foi prorrogado várias vezes. A atual expira em 17 de julho.



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *