Setor portuário deve crescer 10% no ano, diz Márcio França


Novo terminal no Porto de Santos, que realizou o 1º embarque de celulose nesta 2ª feira, deve contribuir para a ampliação

O ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, afirmou nesta 2ª feira (31.jul.2023) que o setor aeroportuário deve fechar 2023 com crescimento de 10% nas operações. No segmento aeroportuário, que em 2022 ainda vivia os impactos da pandemia de covid-19, a expectativa de crescimento é ainda maior, de 14% em 2023. As declarações foram dadas durante a inauguração do novo terminal portuário da Eldorado Celulose, localizado no Porto de Santos (SP).

“A área portuária no Brasil cresceu 6% neste 1º semestre e estamos projetando que o ano feche que com mais de 10%. Na área aeroportuária, a gente cresceu 7% e estamos projetando 14% até dezembro. Muitas coisas a gente pode atribuir a coincidências, mas neste caso não, porque a gente percebe que o clima do país voltou a respirar ar de normalidade. Isso provoca, em especial nos empresários, a vontade de voltar a investir”, afirmou durante o evento, marcado pelo 1º embarque de celulose pelo novo terminal.

O ministro disse que o investimento da Eldorado (empresa controlada pela J&F, dos irmãos Batista), vai impulsionar esse crescimento e dar mais competitividade para a celulose brasileira no mercado externo. A companhia arrendou a área do Porto de Santos em leilão realizado em 2020 e a expectativa é que o terminal exporte até 3 milhões de toneladas de celulose por ano produzidas na fábrica da empresa em Três Lagoas (MS).

Em provocação ao Banco Central, França afirmou ainda que a redução da taxa de juros é o que falta para estimular mais investimentos no setor. O Copom (Comitê de Política Monetária) se reúne nesta semana e deve reduzir a Selic em 0,25 p.p., segundo expectativa do mercado. “O último ponto que falta nós vamos resolver, se Deus quiser e o Banco Central permitir, agora em agosto, que é começar a fazer a redução das taxas de juros, que é tão importante para todo o Brasil”.

Novo terminal da Eldorado no Porto de Santos

Foram investidos mais de R$ 500 milhões no projeto de expansão, batizado de EBlog STS 14. O terminal terá capacidade de realizar o embarque de até 2 navios simultaneamente. A obra foi iniciada em janeiro de 2022 e vai permitir que a empresa triplique sua capacidade de exportação e embarque celulose também em contêineres.

A área do terminal, com 53.000 metros quadrados, conta com amplo espaço de armazenagem. Pode abrigar até 150 mil toneladas de celulose. A área tem capacidade de receber cargas de caminhões e composições de trem com até 72 vagões, acelerando o processo de embarque.

Com a nova estrutura, o Porto de Santos chega a 59 terminais. São 7 estruturas dedicadas exclusivamente à celulose.

O investimento consolida o Porto de Santos como um dos principais para escoamento de celulose no país. Em 2022, foram exportados 7,2 milhões de toneladas da commodity. Com as expansões dos terminais, a capacidade será de 10 milhões de toneladas por ano até 2025. Hoje, 32% de toda a movimentação portuária de celulose no Brasil passa por Santos.

Além de celulose, o Porto de Santos recebe navios de carga geral, contêineres, veículos, suporte de operações offshore, passageiros, sucos cítricos, granéis sólidos minerais, granéis sólidos vegetais e granéis líquidos, químicos e combustíveis.

O porto conecta atualmente mais de 600 destinos e movimenta cargas de mais de 200 países. China e Estados Unidos lideram o ranking.

Exportações do Porto de Santos em 2022


O repórter Geraldo Campos Jr. viajou para Santos a convite da Eldorado.



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *