Pequenos negócios criaram 73% dos empregos formais em agosto

[ad_1]

Micro e pequenas empresas respondem por 161,3 mil postos de trabalho abertos no período, segundo dados do Sebrae

As micro e pequenas empresas foram responsáveis por criar 161,3 mil novos empregos em agosto, o equivalente a 73% do total de vagas. No período, o Brasil registou 220,8 mil novas contratações. Os dados são do Sebrae, com base no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). Eis a íntegra (2 MB).

No acumulado do ano, as micro e pequenas empresas contribuíram com 988 mil postos de trabalho. O número equivale a 71,2% do total. Já os médios e grandes negócios foram responsáveis por 247 mil novas contratações (17,8%) realizadas de janeiro a agosto.

Entre as micro e pequenas empresas, os setores que mais contribuíram com as novas contratações foram serviços (78.904), comércio (38.544) e construção (25.296). Ao considerar as grandes e médias empresas, serviços (29.951), indústria da transformação (12.714) e agropecuária (7.415) foram os setores que se destacaram na criação de novos empregos.

Leia as atividades que mais contribuíram para contratações de pequenos negócios em agosto:

  • restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas: 8.814 empregos;
  • construção de edifícios: 6.467 empregos;
  • transporte rodoviário de carga: 5.690 empregos;
  • serviços combinados de escritório e apoio administrativo: 5.029 empregos.

“Esse está sendo um ano fenomenal para as micro e pequenas empresas. Mantivemos um patamar positivo de empregos gerados ao longo do ano e a tendência para os últimos meses é de um crescimento ainda maior com as vagas de trabalho temporário”, diz o presidente do Sebrae, Décio Lima.



[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *