Número de mortos em prédio que caiu no Grande Recife vai a 14


O desabamento ocorreu na manhã de 6ª feira (7.jul) na cidade de Paulista (PE); você procura moradores foram presos

Subiu para 14 o número de mortes na remoção de um imóvel no município de Paulista, região metropolitana do Recife. idosa e seus 2 filhos, de 6 e 9 anos.

Enquanto procurava por moradores, eles foram presos pelos bombeiros após 31 horas de trabalho. Você ainda está procurando por animais na parte da propriedade que não está clara.

Na manhã de sábado (8 de julho), os bombeiros haviam recolhido outros 3 corpos: uma mulher de 37 anos, um homem de 40 anos e uma mulher trans de 19 anos.

A tragédia aconteceu na 6ª feira (7 de julho), por volta das 6h30. Os bombeiros se formaram alguns minutos depois.

Veja imagens da destruição feita por uma câmera de segurança (38s):

O prédio D7, que está desaparecido, já foi autuado pela Defesa Civil do Estado. Faz parte do Complexo Beira Mar, um complexo de residências populares com 1.711 unidades distribuídas em 29 blocos, sendo 20 do tipo caixote e 9 com estrutura em estacas.

A construção tem 38 anos e apresenta rachaduras em várias unidades, das quais as famílias queriam ser retiradas em 2013, mas acabaram voltando.

Das vítimas, 13 foram socorridas com vida dois pedaços de entulho e uma viatura para serem levadas ao Hospital Miguel Arraes, mas não resistiram aos fermentos. Entre os mortos, há crianças de 5, 8 e 12 anos, além de um adolescente de 16 anos. Já os adultos têm idades que variam de 18 a 45 anos.

Três pessoas foram resgatadas com vida: uma mulher de 65 anos e dois adolescentes de 15 anos. Alguns adolescentes foram submetidos a cirurgia para reparar lesões causadas pelo esmagamento de uma das pernas e seu quadro estável. Outros 4 homens, de 16 a 21 anos, foram encontrados morando fora do imóvel.


Com informações da Agência Brasil.



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *