MP denuncia Jean Wyllys por injúria contra Eduardo Leite

[ad_1]

Ex-deputado chamou o governador de “gay com homofobia internalizada” em discussão sobre escola cívico-militares em julho

O MPRS (Ministério Público do Rio Grande do Sul), por meio da Promotoria de Justiça Criminal de Porto Alegre, denunciou, na 5ª feira (14.set.2023), o ex-deputado federal Jean Wyllys (PT) pelo crime de injúria cometido contra o governador gaúcho, Eduardo Leite (PSDB).

Em julho de 2023, Leite decidiu processar o petista por falas “preconceituosas” direcionadas a ele. Os 2 discutiram no X (ex-Twitter) por causa do Pecim (Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares), encerrado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Wyllys apagou o post depois de decisão da Justiça.

Na denúncia, a promotora de Justiça Claudia Lenz Rosa considera que o ex-congressista usou “expressões preconceituosas” e de “atributos pessoais da vítima” para criticar o anúncio do governador de que iria manter as escolas cívico-militares no Rio Grande do Sul. Para a promotora, o fato “feriu a honra subjetiva da vítima”.

Procurada pelo Poder360, a assessoria de Jean Wyllys disse que o ex-deputado ainda não teve acesso à denúncia. “Vamos restringir manifestações aos autos após o Jean ser efetivamente citado”, disse Lucas Mourão, advogado do petista.

Eduardo Leite decidiu não se manifestar.

O MPRS pede a fixação de valor mínimo para reparação dos danos causados à vítima, que serão apurados durante o processo.



[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *