Lula recebe alta e deixa hospital depois de 3 dias internado

[ad_1]

Presidente passou por cirurgia para tratar artrose e outra para retirada de excesso de pele nas pálpebras

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), 77 anos, recebeu alta neste domingo (1º.out.2023) e deixou o Hospital Sírio-Libanês, em Brasília, por volta de 16h depois de 3 dias internado. Ele passou por 2 procedimentos cirúrgicos na tarde da última 6ª feira (29.set).

O chefe do Executivo recebeu alta hospitalar da equipe médica. Em boletim divulgado pelo hospital na manhã deste domingo (1º.out), já havia sido informada a possibilidade de alta. Eis a íntegra do documento (PDF – 75 kB).

Mais cedo, a primeira-dama Janja Lula da Silva já havia comemorado a possibilidade de saída do presidente da República do hospital. “Tem alguém que vai jantar em casa hoje”, escreveu em seu perfil oficial no X (ex-Twitter).

Lula deixou o Sírio-Libanês em companhia de Janja –que acompanhou a internação do presidente. Agora, o chefe do Executivo segue para o Palácio da Alvorada, onde seguirá se recuperando e fazendo fisioterapia.

De acordo com a médica da Presidência, Ana Helena Germoglio, o chefe do Executivo ficará em repouso por 3 semanas –período em que Lula irá despachar do Alvorada.

A profissional disse que Lula não terá limitações para trabalhar de casa, mas que, “entre um despacho e outro”, precisará fazer sessões de fisioterapia. “Isso é para qualquer paciente e para o presidente não seria diferente”, declarou em entrevista a jornalistas na última 6ª feira (29.out).

“SEM INTERCORRÊNCIAS”

O presidente da República realizou a cirurgia para a colocação de uma prótese na cabeça do fêmur direito por volta das 12h da última 6ª feira (29.set), no Hospital Sírio-Libanês.

Lula passou pelo procedimento para corrigir uma artrose na articulação que fica entre o fêmur e a bacia, na região do quadril. O procedimento, chamado artroplastia total de quadril, foi finalizado às 13h13, de acordo com o médico ortopedista Giancarlo Polesello.

Depois do procedimento no quadril, Lula também foi submetido a uma cirurgia plástica para remoção do excesso de pele nas pálpebras. Era um desejo do presidente.

Esse tipo de procedimento é simples. É realizado normalmente por fins estéticos ou porque pode atrapalhar a visão. O excesso de pele ao redor dos olhos é uma condição comum com o envelhecimento, em que os tecidos ficam mais flácidos.

O 2º procedimento começou às 15h e terminou às 16h. De acordo com Polesello, é necessário um intervalo entre as duas cirurgias para troca de material ou até troca de posição do paciente.



[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *