Israel em “estado de alerta para guerra” após ataque do Hamas

[ad_1]

Integrantes do grupo radical se infiltraram em território israelense; imprensa cita ao menos 6 mortos e quase 300 feridos

Israel declarouestado de alerta para guerra” depois de um ataque surpresa do Hamas neste sábado (7.out.2023). O incidente deixou pelo menos 6 mortos e quase 300 feridos, segundo o jornal Times of Israel.

Integrantes do grupo radical islâmico palestino se infiltraram em território israelense e foguetes foram disparados a partir da Faixa de Gaza. Sirenes foram ouvidas em diversas cidades do centro e do sul do país, entre elas, Jerusalém.

A IDF (sigla em inglês para Forças de Defesa de Israel) disse que o Hamas “enfrentará as consequências e a responsabilidade por estes acontecimentos”. O órgão informou no X (antigo Twitter) que foi lançada “uma operação em grande escala para defender os civis israelenses”. A operação foi chamada de “Espada de Ferro”.

Foram relatados tiroteios em cidades do sul do país. É o maior ataque a Israel em anos. Segundo o comandante militar do Hamas, Mohammad Deif, 5.000 foguetes foram lançados. Ele pediu que palestinos de todo o mundo lutassem. “Este é o dia da maior batalha para acabar com a última ocupação na Terra”, disse, citado pela agência Reuters.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que o país está em “em guerra”, mas sairá vencedor. “O inimigo pagará um preço como nunca conheceu antes”, afirmou em vídeo divulgado em suas redes sociais.

O ataque se dá 1 dia depois de Israel assinalar o 50º aniversário da guerra de 1973, quando houve um ataque surpresa das forças egípcias e sírias sobre as fronteiras norte e sul do país.

Veja imagens publicadas nas redes sociais:



[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *