Delator no caso Marielle é transferido para Papuda

[ad_1]

Élcio Queiroz foi para ala de segurança máxima no complexo penitenciário sob responsabilidade do governo do DF

Na noite da última 3ª feira (25.jul.2023), o ex-policial militar Élcio Queiroz foi transferido do presídio federal de Brasília para uma ala de segurança máxima do Complexo Penitenciário da Papuda, unidade sob responsabilidade do governo do Distrito Federal.

Procurada pelo Poder360, a Secretaria de Administração Penitenciária do DF disse não detalhar motivos da transferência ou informações mais específicas por razões de segurança do custodiado. 

O ex-policial firmou uma delação premiada e confessou sua participação na morte da vereadora Marielle Franco (Psol-RJ). Élcio afirmou que a execução foi feita pelo policial militar reformado Ronnie Lessa e relatou a participação de Maxwell Simões Corrêa, preso na manhã de 2ª feira (24.jul.2023).



O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, informou que Élcio seguirá preso e não detalhou os benefícios que o ex-PM receberá em troca das revelações. Élcio está preso desde 2019, assim como o policial militar reformado Ronnie Lessa. A dupla aguarda júri popular.



[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *