Defesa pede revogação da prisão de Mauro Cid ao STF


Advogados do ex-ajudantes de ordens de Bolsonaro dizem que detenção é desnecessária depois dos depoimentos dados à PF

A defesa do tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro (PL), pediu no sábado (2.set.2023) a revogação de sua prisão ao STF (Supremo Tribunal Federal). Como mostrou o Poder360, o entorno do militar acredita não haver motivos para mantê-lo detido depois dos últimos depoimentos à PF (Polícia Federal). Cid está preso desde 3 de maio por suposta inserção de dados falsos em cartões de vacina. 



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *